Por que aprender programação mesmo com a evolução das linguagens?

Entenda a importância de aprender programação agora, mesmo que as linguagens estejam evoluindo constantemente



O mundo inteiro está imerso em um universo digital paralelo à "vida real". Não dá para escapar da tecnologia, e a tendência é que ela seja cada vez mais essencial, por isso a ideia de aprender programação vem sendo apreciada por pessoas de todas as áreas — e mais ainda quando falamos das novas gerações.


Os jovens de hoje já nasceram em uma realidade completamente transformada; são nativos digitais, acostumados a lidar com as novas tecnologias desde bem novos. As crianças são muito espertas, e sua realidade é composta por smartphones, que são extensões de si mesmas mais do que qualquer computador foi no passado.


Conforme crescem, os pequenos serão cercados de conteúdos virtuais e estão imersos nas telas dos celulares e notebooks. Para que tudo isso exista, é preciso que alguém esteja por trás da codificação necessária. Se o mundo digital continua evoluindo, é apenas lógico que os profissionais atuantes nesse segmento sejam mais valorizados.


A programação deixou de ser uma opção e passou a ser uma necessidade no mercado. Toda empresa com ideais de crescimento precisa de um site, todo conteúdo requer uma plataforma e todo usuário usa uma interface. Para cada item indispensável, um programador competente é procurado.



Aprender programação durante a evolução das linguagens


A mudança é intrínseca às linguagens da programação. Isso significa que, a todo momento, mais codificações são descobertas, processos se alteram e aquilo que era novidade há alguns anos se torna obsoleto; portanto, não adianta aprender programação cedo, certo? Errado!


A evolução na área é realmente constante, mas as bases do trabalho de um programador não mudam. Compreender como as informações digitais funcionam é o fundamento do aprendizado na programação e prepara o aluno para todas as alterações que acontecerão dali para frente.


No caso das crianças, o desenvolvimento da habilidade é o ponto mais importante a ser considerado. Atualmente, todos aqueles que têm contato com a tecnologia desde pequenos têm facilidade como usuários, mas a concepção do que é programar, em si, é algo que precisa ser estimulado.


Com o avanço das ciências da computação ao longo dos anos, é possível dizer que os futuros empregadores buscarão funcionários com a capacidade criativa e analítica que a programação exige. E como a educação mostra em qualquer situação, o progresso é sempre mais rápido quando o aprendizado começa na infância.


No mais, as crianças só têm a ganhar ao aprender programação, pois desenvolvem aptidões como raciocínio lógico, capacidade analítica, organização e inovação. Além disso, as possibilidades de carreira são bem variadas, desde a criação de aplicativos e jogos até o trabalho com robótica e inteligência artificial.


O melhor é que existem linguagens simples que são ideais para os mais jovens aprenderem com facilidade. Alguns bons exemplos são Scratch, Ruby e Python, com códigos autoexplicativos e a chance de criar jogos e sistemas: o que mais as crianças poderiam querer?



Primeiros passos


Para estimular um contato inicial com o mundo dos códigos de maneira lúdica e didática, a cada semana vamos lançar um novo game criado no mDesigner, nosso software de programação em blocos baseado no Scratch. Mas, muito além de jogar, você poderá conferir a lógica por traz do resultado final e, inscrevendo-se na nossa plataforma, também terá a oportunidade de fazer suas próprias explorações, alterando alguns elementos de cada jogo!

Confere só o primeiro game:


Jogo Aventura do Pinguim



#programacao #games #jogos #aprenderprogramacao #futurodaprogramacao #habilidadesdofuturo

9 visualizações

© 2020 by Microduino Brasil

  • Grey Instagram Ícone
  • Grey Facebook Ícone
  • Cinza ícone do YouTube
  • Ícone cinza LinkedIn